Importância de garantir a segurança de dados do cliente

Garantir a informação de clientes de forma totalmente segura e atual é um desafio enfrentado por diversas empresas modernas. Mas, afinal, qual a importância da segurança de dados do cliente? Em termos práticos, esse tipo de serviço está diretamente associado à construção de uma parceria comercial pautada na credibilidade e confiança.

Não é demais lembrar que o mundo está cada vez mais conectado, os mercados altamente competitivos e os consumidores igualmente exigentes. Por isso, oferecer um ambiente seguro e discreto para confiar informações e dados relevantes, bem como impedir o vazamento dessas informações, é indispensável.

Portanto, se quer entender melhor como manter o seu negócio e os clientes da sua empresa seguros de ataques virtuais, veio ao lugar certo. Nesse post vamos tratar sobre a segurança da informação e apresentar dicas práticas de como implantá-la no seu negócio. Confira!

O que é segurança da informação?

A segurança da informação refere-se à proteção de dados de pessoas e/ou negócios. Seu nível de segurança pode levar em consideração o valor de determinadas informações e o potencial risco de divulgação em eventuais ataques cibernéticos, por exemplo.

Na segurança da informação, existem alguns pilares básicos, sendo os principais deles:

  • integridade;
  • confidencialidade;
  • disponibilidade;
  • autenticidade;
  • irretratabilidade;
  • conformidade.

Qual a importância de manter a segurança dos dados do cliente?

Dentro de qualquer organização, o tratamento de informações é uma estratégia indispensável para conquistar melhores posições no mercado em que se está inserido. Afinal, através delas é possível conhecer o mercado, os consumidores e, principalmente, as tendências e diferenciais competitivos.

Nesse contexto, investir em ferramentas e metodologias para garantir a proteção de informações é uma forma de se destacar com mais eficiência. A seguir, trouxemos alguns dos maiores benefícios em se investir na segurança de dados do cliente.

  • Marca com alto índice de confiabilidade

Sempre que um consumidor está em dúvida sobre a forma como seu negócio trata a segurança de suas informações, é natural que ele não se sinta também seguro para fazer negócios com a sua empresa.

Por outro lado, com uma marca que investe pesado na segurança de dados e na proteção de seus clientes e parceiros, os consumidores têm uma visão diferente, já que oferecem maior segurança em relação à credibilidade da marca.

Consequentemente, relações mais sólidas e duradouras podem ser iniciadas a partir de um bom serviço de segurança da informação. Logo, torna-se também um diferencial para competir com eventuais concorrentes de mercado.

  • Maior controle sobre o tratamento de dados

Melhorar o controle de acesso a diferentes dados é uma vantagem muito significativa quando se trata de segurança da informação. Isso porque, ainda que o sigilo seja fundamental para o relacionamento entre marca e cliente/parceiro, é necessário que os colaboradores acessem os dados que fazem parte da sua rotina de trabalho.

Sendo assim, um dos princípios básicos desse controle sobre a segurança de dados do cliente é a concessão de autorização em diferentes níveis e apenas para pessoas autorizadas. Em outras palavras, as únicas informações que terceiros têm acesso são aquelas extremamente necessárias.

Por isso, utilizar ferramentas de segurança para controlar o acesso, nos dias de hoje, é uma preocupação muito importante para qualquer empresa. Ademais, para acessar, visualizar ou alterar determinados documentos passa a ser necessário a apresentação de credenciais específicas para evitar a violação de sigilo tanto no âmbito externo quanto dentro da própria empresa.

  • Menor incidência de ataques para roubo de dados

Com a popularização da internet, o uso dessa ferramenta tecnológica proporcionou o surgimento de uma série de novas possibilidades, sobretudo para as empresas. Ao mesmo tempo, as oportunidades de crimes cibernéticos também cresceram, o que ajudou a impulsionar os investimentos na segurança da informação no ambiente virtual.

O roubo de dados e informações confidenciais é uma prática comum e faz parte da realidade de profissionais que atuam com a tecnologia da informação dentro das organizações. Nesse contexto, o investimento em novas ferramentas se tornou peça chave para evitar a vulnerabilidade dos clientes.

Resumidamente, a prática criminosa que consiste na apropriação indevida de informações sigilosas, como o próprio nome sugere, trata-se de uma situação na qual um criminoso invade a rede de uma empresa e coleta os dados protegidos. 

De posse dessas informações, é possível praticar uma série de outros delitos, como falsificar documentos, vender dados para à concorrência e até mesmo exigir o pagamento de “resgate”. Portanto, oferecer a proteção da informação é crucial para evitar prejuízos nas relações com clientes.

Afinal, como melhorar o nível de segurança de dados do cliente na sua empresa?

Em via de regra, a segurança da informação une elementos físicos, virtuais e o fator humano no combate às fraudes, práticas criminosas e a proteção de dados das empresas. Por isso, ela deve ser colocada em prática de forma integrada e estratégica, evitando que casos de roubos se tornem uma realidade frequente.

Pensando em ajudá-lo a melhorar ou até mesmo aperfeiçoar as práticas de segurança na sua empresa e garantir assim a proteção de dados e informações de quaisquer ataques cibernéticos, listamos 3 dicas práticas e muito eficientes. Confira!

  • Conscientize sua equipe

Uma parcela considerável do trabalho de proteção de dados passa diretamente pela ação da equipe de trabalho em sua rotina normal. Isso porque abrir um email contendo assunto malicioso, ainda que de maneira involuntária, pode quebrar o sistema de proteção e tornar os dados extremamente expostos e vulneráveis. 

Dessa forma, de nada adianta investir em um excelente sistema de segurança da informação caso a equipe não esteja devidamente treinada e capacitada para agir preventivamente contra as falhas de segurança e métodos utilizados pelos criminosos para invadir as redes. Portanto, a primeira dica se trata muito mais de uma mudança organizacional do que aspectos estritamente técnicos.

  • Faça backups regularmente

Não tão raro, falhas no sistema de segurança da informação culminam na perda de um grande volume de dados e informações fundamentais para a sua empresa. Sendo assim, para evitar problemas com a perda de dados relevantes de clientes e parceiros, é possível realizar backups periódicos.

Um sistema em nuvem, por exemplo, permite a criação de cópias seguras de todos os arquivos sigilosos, podendo estes serem armazenados em locais seguros, sem que haja a necessidade de dispor de um espaço físico ou manter tudo em um mesmo local. Assim, caso algo seja perdido, o sistema em nuvem permite uma recuperação fácil — além de ser igualmente simples o acesso à distância.

  • Use softwares de proteção

Com o advento da tecnologia, muitas ações se tornaram mais práticas no ambiente empresarial. Entretanto, é preciso considerar também os maiores riscos à segurança. Por outro lado, o uso de ferramentas modernas que oferecem a proteção das empresas contra eventuais ataques virtuais já é uma realidade cada vez mais comum na condução de negócios.

O detalhe é que, quanto mais fortalecidas por softwares de proteção, mais a indústria criminosa se prepara e adapta-se para burlar os sistemas de segurança. Sendo assim, o mais importante é precaver-se e estar sempre à frente. Logo, é fundamental dispor de ferramentas atualizadas, que reforcem a segurança e identifiquem previamente eventuais ameaças em potencial.

Viu como é importante adotar medidas cautelosas para a segurança de dados do cliente? Se gostou das nossas dicas e quer manter-se informado sobre todas as novidades que compartilhamos por aqui, acompanhe o nosso blog e não deixe de seguir nossas páginas no Instagram, Facebook e LinkedIn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *