Funil de vendas no Instagram: estratégias para cada etapa

Não é novidade para ninguém que as redes sociais fazem parte de um fenômeno que revolucionou a internet. Facebook, Instagram, YouTube e muitas outras plataformas fazem parte da rotina de milhões de brasileiros. Pelo grande volume de acessos diários, esse tipo de canal se tornou também uma excelente ferramenta para fazer negócios. Pensando nisso, hoje vamos falar sobre o funil de vendas no Instagram e como ele pode ajudar a alavancar vendas de produtos e serviços.

É fundamental entender que realizar vendas online não é uma tarefa fácil, afinal, não basta criar um perfil comercial e passar a divulgar suas imagens. É preciso, portanto, desenvolver uma estratégia sólida. Se veio até aqui, mas não sabe como fazer isso no seu Instagram, continue a leitura e confira algumas estratégias que você pode colocar em prática em cada etapa do seu funil. Acompanhe!

O que é um funil de vendas?

O funil de vendas é um modelo estratégico que representa a jornada que um cliente percorre desde o primeiro contato com sua empresa até a concretização de uma compra. Na prática, é uma reprodução do caminho feito pelos leads até adquirir um produto ou serviço.

Também chamado de pipeline, o funil de vendas consiste em estratégias que têm como objetivo conduzir um potencial cliente desde o momento em que ele passa a conhecer sua empresa até a concretização do negócio. Para tanto, são consideradas três etapas fundamentais que o lead avança nessa jornada, antes de ser de fato um cliente.

Etapas do funil de vendas

Como destacamos, o funil de vendas pode ser dividido entre três fases: topo, meio e fundo — também chamadas de ToFu, MoFu e BoFu, respectivamente. Cada uma dessas etapas representa um momento, que passa por aprendizado e descoberta (topo), reconhecimento de um problema e consideração de uma eventual solução (meio) e, finalmente, a decisão de compra (fundo).

Entenda, a seguir, como funciona em detalhes cada uma dessas fases:

  • Topo do Funil

Em via de regra, o topo do funil é composto por pessoas que não conhecem seu produto ou serviço e até mesmo que são indiferentes à sua própria necessidade. Chamada de aprendizado e descoberta, é nessa fase que sua marca se coloca como especialista em determinado assunto e, através dos conteúdos produzidos, os usuários conseguirão tirar dúvidas, se identificar com os problemas apresentados e criar uma relação com sua marca.

  • Meio do Funil

O meio do funil, por sua vez, é uma etapa em que os leads já têm uma consciência sobre o problema e começam a considerar meios para solucioná-los. Diferente da etapa anterior, onde não sabemos nada sobre os visitantes, aqui eles já são chamados de leads, pois são pessoas que, de alguma forma, interagiram com o seu conteúdo e disponibilizaram suas informações de contato.

  • Fundo do Funil

Finalmente, o fundo do funil de vendas é composto por leads que já passaram por todas as demais etapas e estão de fato prontos para contratar a solução oferecida pela sua empresa. Na prática, este é o momento certo para oferecer o seu produto ou serviço, já que as pessoas estão prontas para comprar a fim de resolver uma dor (problema) o mais rápido possível.

Como criar um funil de vendas no Instagram?

Existem diferentes maneiras de se estabelecer um bom funil de vendas. Contudo, a principal delas é normalmente aplicada a partir de uma lista de e-mails. Com uma estratégia de e-mail marketing organizada, é possível atrair, engajar e converter potenciais leads em clientes de maneira bastante efetiva.

Por outro lado, considerando que as pessoas estão passando várias horas nas redes sociais, utilizar este canal para gerar vendas é uma ótima oportunidade para fazer o seu negócio crescer. O Instagram, por exemplo, é uma plataforma de excelente engajamento com o público, além de fornecer dados extremamente relevantes para sua estratégia.

Nesse contexto, para construir um funil de vendas por lá, você pode adotar alguns métodos práticos para cada etapa do funil. Confira abaixo quais são eles!

ToFu (topo do funil)

Na etapa inicial da jornada de compras, as pessoas são comumente impactadas por postagens de feed e anúncios patrocinados. Com o crescimento do seu perfil, é preciso apostar em uma bio bem elaborada. Isto é, ao chegar na sua página, os usuários devem entender imediatamente do que se trata o seu negócio.

Por isso, procure explicar brevemente e dar todos os principais detalhes de contato logo na porta de entrada da sua marca nesta rede social. Outra dica importante é investir na produção de conteúdos de aprendizado e descoberta. Com o passar do tempo, sua empresa se tornará mais relevante e reconhecida em determinado assunto.

Procure postar no feed conteúdos que chamem a atenção para algo relacionado às principais dúvidas da sua área de atuação, seja no formato texto, imagem ou vídeo. Para construir uma autoridade ainda maior no seu nicho, invista na ferramenta stories, afinal, por meio dela é possível conhecer melhor o seu público, bem como suas dúvidas e necessidades.

MoFu (meio do funil)

Após a etapa de conscientização sobre o problema, os leads passam a considerar soluções para resolvê-los ou, em alguns casos, procuram mais informações a respeito do assunto. Nesse contexto, este é o momento ideal para oferecer recompensa em troca do e-mail, por exemplo.

A partir disso, a comunicação se torna mais pessoal, direta e passa a ser um ativo muito importante para o futuro do seu negócio. Entretanto, não é preciso sair do aplicativo, já que o Instagram permite a construção de listas a partir dos recursos “grupos” ou “melhores amigos”.

Este é, portanto, um mecanismo simples e eficiente para segmentação de seguidores. Dessa forma, você poderá produzir e entregar conteúdo relevante no intuito de educar e engajar com a sua audiência.

BoFu (fundo do funil)

Por fim, no fundo do funil é possível investir em abordagens mais diretas, já que ele é composto por pessoas que estão prontas e interessadas em comprar seu produto ou serviço. Assim, você deverá apostar em ações mais específicas como oferecer descontos, promoções e serviços exclusivos para seguidores do seu perfil no Instagram, por exemplo.

Vale lembrar que a própria plataforma encoraja as empresas a divulgarem seus produtos no feed, com a possibilidade de inserir um link direto para sua loja virtual. Contudo, essa funcionalidade é mais recomendada para produtos físicos, afinal, as lojas devem estar cadastradas na plataforma ou no Facebook, funcionando como uma espécie de “loja virtual”.

Como você pode ver, o funil de vendas no Instagram é uma estratégia muito eficiente, pois permite uma maior produtividade e otimização da sua gestão. Além disso, a partir de cada etapa do funil é possível prever resultados, desenvolver novos produtos e, claro, aproveitar as oportunidades de mercado.

Colocando em prática nossas dicas e sugestões você certamente terá um resultado de conversão mais consistente a longo prazo. Entretanto, caso tenha alguma dúvida, compartilhe conosco na caixinha abaixo e boas vendas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *