Tráfego pago ou Tráfego orgânico: entenda cada estratégia

O objetivo de todo empreendedor é ter uma receita maior, seja por meio da redução de custos, pelo aumento nas vendas ou conquistando novos clientes. Porém, para atingir essa meta é preciso construir uma marca reconhecida no mercado. Sendo assim, para alcançar maior visibilidade, as empresas apostam em estratégias de marketing digital com foco no tráfego pago ou tráfego orgânico.

Por outro lado, é importante lembrar que há diversos negócios presentes no ambiente virtual em competição direta com sua organização. Afinal, a maior parte das grandes empresas oferecem conteúdos para o mesmo público-alvo que o seu. Pensando nisso, explicaremos neste post os principais detalhes da estratégia empregada para elevar o número de visitantes da sua página. Continue a leitura e descubra como se destacar!

Tráfego pago ou Tráfego orgânico: qual a diferença?

Como o próprio nome indica, o tráfego pago é uma modalidade cujo pagamento se faz necessário para impulsionar as publicações e atrair mais visitantes para a página da sua empresa na internet. Esse processo se dá por meio de anúncios que contêm algumas informações que podem contribuir para atingir seu público-alvo e a cobrança é feita apenas sobre os cliques efetuados nele.

Para manter um alto volume de visitas, entretanto, é preciso manter um número considerável de anúncios ativos. Dessa forma, a taxa de tráfego passa a ser constante, evitando a queda brusca no volume de visitas. Além disso, para o crescimento saudável é indispensável que os anúncios estejam adequados às necessidades do seu público e às mídias nas quais serão divulgadas.

Em linhas gerais, investir em mídia paga significa tornar o seu negócio visível para mais pessoas, seja por meio dos conteúdos publicados em seu blog, site ou redes sociais. Portanto, esse investimento contribui para a ampliação do alcance de todos os seus materiais, podendo ser direcionado para disseminar a marca, anunciar promoções, criar oportunidades de negócio entre outros.

Em contrapartida, o tráfego orgânico não está diretamente associado a custos imediatos. Isso porque os usuários chegam até o seu site ou blog através de resultados nos motores de buscas do Google, por exemplo. Na prática, sua empresa pode ser encontrada por meio de pesquisas de termos específicos atrelados ao seu modelo de negócio, produto ou serviço ofertado que exibirão o seu negócio nos primeiros resultados.

Como escolher a melhor estratégia?

Definir o momento de aplicar recursos em uma estratégia de marketing digital é uma importante decisão para quem deseja melhorar sua presença digital. Entretanto, para dirigir o foco ao tráfego pago e tráfego orgânico, é importante considerar alguns fatores, como o objetivo da campanha, o custo-benefício desse tipo de investimento, urgência em relação à entrega de resultados e os recursos disponíveis para investimento.

Finalidade da estratégia

Os principais objetivos de quem deseja colocar sua empresa no Google é vender mais, gerar novas oportunidades de venda, captar informações de clientes em potencial e tornar a marca mais conhecida no mercado em que está inserido. 

Sendo assim, para conquistar qualquer dessas metas, é indispensável que o site receba visitas, ou seja, que gere tráfego. Portanto, caso o foco da estratégia seja criar uma base sólida de leads com crescimento ininterrupto, os custos tendem a ser cada vez menores e o Marketing de Conteúdo, crucial para o seu negócio.

Custo-benefício

Em se tratando de uma estratégia com grande potencial de divulgação, o tráfego orgânico representa uma importante redução nos investimentos em marketing, sobretudo quando comparada à criação de anúncios. Consequentemente, a margem de lucro tende a ser muito maior, já que o custo de aquisição é relativamente menor. Dessa forma, o custo-benefício para esse tipo de estratégia é difícil de bater.

Por outro lado, para quem deseja obter resultados mais rápidos, o tráfego pago é definitivamente a melhor opção. Isso ocorre porque sua página na internet passa a estar sujeita a receber mais visitas tão logo sua campanha vai ao ar. A principal vantagem dessa modalidade é poder criar anúncios e estabelecer quais recursos poderão ser aplicados em cada campanha, mantendo o controle sobre este tipo de investimento.

Necessidade do projeto

Se você investe em anúncios, o alcance da sua marca torna-se automaticamente mais significativo e pode apresentar resultados mais rápidos, sobretudo quando comparado aos conquistados organicamente. Isso acontece porque é possível atingir mais pessoas através de anúncios segmentados. Por outro lado, apostar no tráfego orgânico pode lhe permitir resultados duradouros. 

Capacidade de investimento

Ao contrário do que imaginam a maioria das pessoas, o tráfego orgânico não é gratuito — embora não seja necessário aplicar recursos em anúncios, por exemplo. Sendo assim, o tráfego orgânico possui custos importantes, como manter um site no ar e produzir conteúdos, já que é preciso contratar uma equipe, contar com profissionais freelancers ou mesmo investir seu tempo para produzi-los por conta própria.

É importante ainda levar em conta que atingir uma posição de destaque dentro do Google envolve um prazo médio ou longo. Sendo assim, será necessário dispor de muito tempo e um trabalho de constante atualização do site da empresa. Portanto, é fundamental analisar os recursos que tem disponível para investir nesse tipo de estratégia, já que há custos em todas as estratégias de tráfego, sendo o orgânico bem menor.

Como obter bons resultados com tráfego online?

O primeiro passo para garantir resultados satisfatórios no marketing da sua empresa é contar com profissionais qualificados e especializados nesse tipo de estratégia. Afinal, o tráfego orgânico depende de um bom conteúdo (otimizados para SEO) e em volumes regulares (publicações frequentes).

Em contrapartida, o tráfego orgânico passa diretamente pela criação de boas campanhas no Google AdWords e Facebook Ads, por exemplo. Para tanto, é preciso conhecer seu público, determinar o uso de palavras-chave mais relevantes do seu segmento e ainda, garantir um site com boa velocidade de reprodução, escaneabilidade, entre outros detalhes.

Assim, para melhorar a posição da sua empresa na página de resultados (SERP) do Google, você deve investir em estratégias de Marketing de Conteúdo. Afinal, com ele é possível produzir conteúdos otimizados que ajudam as pessoas a encontrarem seu negócio mais facilmente nos motores de busca, seja utilizando o tráfego pago ou tráfego orgânico.

Pronto! Agora você já sabe o que é, como escolher a melhor estratégia e algumas das principais vantagens de cada modelo. Se precisar de ajuda para colocar em prática as dicas que apresentamos aqui, entre em contato com nossa equipe de especialistas. Descubra como a Namarc pode contribuir para o crescimento da sua marca e acompanhe nosso Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *